sábado, agosto 27, 2011

Além II: O Salto


.Pediram para eu continuar , pois ai vai a segunda parte.

.."Voando pelo ar em queda livre, ela não poderia esta mais satisfeita do que naquela sensação de vazio, e perguntando-se se gostaria mesmo de encontrar o outro lado. Nem se tocou de que o pára-quedas havia sido acionado, sem nunca ter chegado perto de um até aquele momento não seria louca de “pular” sozinha. Fábio a parte, a dor era grande, mas não algo que justificasse um suicídio real e impulsivo, começava a cair em si. Ela jamais se perdoaria por contrariar o que ele havia lhe dito por ultimo “seja feliz”. Não, a quase morte seria um salto.
- Pronto, agora poderemos apreciar um pouco mais a vista daqui de cima – Foi à voz do instrutor de salto duplo bem perto a sua nuca.
Proximidade, frio na barriga e arrepios para depois, a vista era mesmo linda, e daqui mais alguns minutos pousarão na praia do mar, foi o que ela conseguiu raciocinar entre o turbilhão de emoções em que se encontrava.
- Realmente, é linda – E ficou sem entender aquele efeito sobrepondo-se ao primeiro que a roubava de si, e agora surgia mais esse com a força de devolvê-la ainda mais a vida. Ah meu Deus!"

P.s: A 1ª está aqui: Além.

Bjos queridos(as) e se cuidem. Espero que tenha ficado bom..

3 comentários:

trakitandasdabeatrix disse...

oláa, cai aqui por acaso e acabei me prendendo no ALEM 1 e 2 .

(sera que tera um 3?)=}

muti legal aqui e o ARRETADAS também.. =]

bjos

Luna Sanchez disse...

Saltar e cair em si é o que há, Nine!

\o/

Adoro-te, viu?

Um beijo.

Ana Seerig disse...

Gostei. Afinal, um salto pra se livrar de uma dor e buscar o sossego não precisa, necessariamente, ser suicida, certo? Aliás, antes pelo contrário.

Quando vem o três?