domingo, fevereiro 16, 2014

Amor e Ódio



...E se eu não te amasse tanto?


O que eu mais gosto nela é a certeza que ela acha que têm sobre esta pronta pra tudo: as batalhas, o sangue e o ódio, mas odeio quando ela tenta dar ordens a mim mesmo. A conhecida sensação de que ela me observa muito bem, e sabe de todas as farpas para me agradar, mas não sabe nada sobre 1/³ que cerca minha mente paranoica, enquanto quer saber por quais lugares estive antes de chegar até aqui. 

O modo como queima seu olhar no meu tentando desvendar o que se passa por trás deste, e como ignora todos os meus sinais de socorro imparciais. Eu a odeio - odeio tanto - que seria capaz de quebrar o seu coração para que ele não fosse de mais ninguém, e me odeio mais ainda por pensar uma coisa como essa. 

O meu egoísmo em aceitar seus modos nada convencionais de aquietação e luz, me elevando em segundos ao espaço e desaparecendo minutos depois. Em como ela finge me entender só para me fazer sentir parte de algo, ou como ela me esnoba quando eu não tenho as respostas corretas, ou como ela insiste em me expor em uma espécie de troféu. 

Eu amo o jeito que ela se veste - solta e alegre - bem como as tatuagens que ostenta. O sorriso largo ao fim do dia em meio aquela cerveja barata. O amor com que ela fala do pôr-do-sol, de música e dos seus pais. Aquelas palavras monossilábicas que ela repete quando algo não lhe agrada e sua bela escolha para palavrões, e como ela contempla cada verso meu. 

Eu AMO – Deus, como eu amo - a sua sensibilidade como quando falamos de amor, e o modo como ela me toca quando o fogo é maior. 

Eu poderia fechar os meus olhos e imaginar listas perfeitas das coisas que eu odeio nela, mas me lembrei de que mais do que torturante, ama-la é esta acima de todos os sentimentos que existem na terra.  

P.s: Por isso que dizem “o contrário de amor é a indiferença e não o ódio”. Se não entendeu é só se perguntar: por que sentir algo por alguém que você teoricamente não gosta? Até qualquer dia pessoas.

P.s.2: Especialmente pra's minhas amigas românticas Erica Ferro, Rebeca Postigo e Nataly Ferreira. ♥



*Imagem do site: Nyah! Fanfictions; e da história: Amor e Ódio, escrita por Believe In Yourself.

3 comentários:

Anônimo disse...

Romantica excessiva rsrs (Nataly)

Erica Ferro disse...

Eita! Quanto amor! Quanto sentimento! Ui! =P
Gostei, Allyne. Gostei pra caramba.
Um abraço.

Sacudindo Palavras

Rebeca Postigo disse...

Conhecer a pessoa amada é a melhor coisa que existe...
Lindo Nine!!!
Adorei...
Romantismo a flor da pele...

Bjo, bjo!!!